Visão // What Doctors Say in Favor of Decriminalizing Euthanasia

//Visão // What Doctors Say in Favor of Decriminalizing Euthanasia

Visão // What Doctors Say in Favor of Decriminalizing Euthanasia

In a week in which the legalization of euthanasia is being discussed in the Assembly of the Republic, Visão magazine recovered the results of a study by CINTESIS and the Faculty of Medicine of the University of Porto (FMUP) that showed the percentage of doctors who agreed with early death in certain circumstances. This investigation indicates that 55% of doctors are in favor of decriminalization.

“There is a generational shift. Today, many doctors, especially the younger ones, are more receptive to the autonomy and the issue of patient’s suffering, while part of an older generation remains faithful to a Judeo-Christian tradition”, notes Miguel Ricou, CINTESIS researcher and professor at FMUP, in an interview.

Miguel Ricou is also chairman of the Ethical Commission of the Portuguese Association of Psychologists and also coordinates the  European Platform Wish to Die, whose objective is to study the topic as deeply as possible.

 

By | 2020-02-19T16:49:03+00:00 February 19th, 2020|Categories: EN|Comments Off on Visão // What Doctors Say in Favor of Decriminalizing Euthanasia

About the Author:

Termos e Políticas de utilização

O website www.cintesis.eu é um website pertencente ao CINTESIS – Centro de Investigação em Tecnologias e Serviços de Saúde, tendo como objetivo a prossecução das atividades realizadas no âmbito desta Unidade de I&D da Universidade do Porto e sua divulgação para o público em geral. Por favor, leia atentamente os termos e condições de utilização antes de utilizar este website.
  • Os utilizadores declaram conhecer, compreender, aceitar e cumprir integralmente os termos e condições de utilização deste website.
  • Os utilizadores obrigam-se a respeitar os direitos de autor, direitos conexos e de propriedade intelectual do CINTESIS, dos seus promotores e colaboradores.
  • Os utilizadores obrigam-se à proibição de copiar, divulgar, transmitir, reproduzir ou difundir materiais publicados neste website, respeitando os direitos legais sobre os mesmos, exceto em caso de uso livre autorizado por lei, nomeadamente o direito de citação, desde que a sua origem seja claramente identificada.
  • Os utilizadores comprometem-se a não veicular através deste website qualquer tipo de conteúdo ofensivo, difamatório, discriminatório, racista, obsceno ou violento.
  • O CINTESIS encontra-se ligado a websites externos sobre os quais não tem qualquer controlo e pelos quais não assume qualquer responsabilidade.
  • O CINTESIS não se responsabiliza por quaisquer anomalias ou danos que possam derivar da utilização do website, designadamente por vírus causados pelo acesso a hiperligações disponibilizadas.
  • Os utilizadores declaram-se totalmente responsáveis por quaisquer danos que venham a provocar, quer ao CINTESIS, quer a terceiros, pelo não cumprimento dos termos e condições aqui descritos, bem como pelo não cumprimento das normas legais.
  • O CINTESIS pode suspender ou alterar os presentes termos e condições, sem aviso, a todo e qualquer momento.
  • As questões constantes dos termos e condições são reguladas pela legislação portuguesa em vigor.