Newsletter - April 2017

EDITORIAL

Nova imagem, energia renovada

O CINTESIS – Centro de Investigação em Tecnologias e Serviços de Saúde acaba de lançar uma nova imagem, mais atual e condicente com os valores que representa.

O lançamento da nova marca assinala a entrada desta Unidade de I&D numa nova fase de maturação e pretende traduzir de forma mais fidedigna os valores partilhados pelos nossos investigadores - investigação, saúde, multidisciplinariedade e inovação.

Um bom exemplo desta energia renovada que a nova imagem ajudou a cimentar é a
primeira participação do CINTESIS na Mostra da U.Porto - um evento de abertura da Academia à sociedade que envolveu mais de 19 mil participantes, no Pavilhão Rosa Mota, entre os dias 20 e 23 de abril. O CINTESIS levou a esta grande exposição académica e científica 6 projetos, 4 spin-offs e 12 palestrantes, tais como Rui Nunes, investigador principal do grupo de investigação ManEthics e convidado desta edição da rubrica Profile.

Também este mês,
as spin-offs do CINTESIS estiveram em força no Portugal eHealth Summit, no Pavilhão Atlântico, em Lisboa. Promovido pelos Serviços Partilhados do Ministério da Saúde, o certame abordou diversos temas relacionados com a Inovação de Sistemas de Informação, Interoperabilidade, TeleSaúde, Segurança e Proteção de Dados, entre outros.

Estamos, portanto, mais atentos, mais ativos. E esforçamo-nos por marcar presença em eventos impactantes associados às nossas áreas de ação.

 
Olga Estrela Magalhães
Media Relations Specialist

Deus Ex-Machina com 2,6 milhões

O projeto do CINTESIS Deus ex Machina (DeM), financiado em cerca de 2,6 milhões de euros, tem como objetivo aumentar o "empowerment" dos doentes, reduzir os internamentos, diminuir os custos e promover ganhos em saúde pública através dos meios digitais.

Ler mais »

Medida coordena Inspirers

A MEDIDA, uma spin-off do CINTESIS, está a coordenar um projeto-piloto inovador na área da asma com o objetivo de conhecer melhor a problemática da adesão à terapêutica inalada da asma em crianças e adultos e desenvolver uma aplicação móvel capaz de melhorar essa adesão.

Ler mais »

CINTESIS na Mostra U.Porto

O CINTESIS marcou presença na Mostra da U.Porto, tendo aproveitado o evento para apresentar a sua nova imagem à comunidade. Esta Unidade de I&D fez-se representar por 6 projetos, 4 spin-offs e 12 palestrantes, numa iniciativa que envolveu mais de 19 mil participantes.

Ver fotos »

CINTESIS cria ferramenta clínica para DII

O CINTESIS desenvolveu uma ferramenta online que permite predizer como irá evoluir a doença inflamatória intestinal, nomeadamente a doença de Crohn. De acordo com Camila Dias, esta ferramenta "serve para apoiar a decisão dos médicos na escolha do tratamento para cada doente".

Ler mais »

IS4Health já é U.Porto Spin-off

As spin-offs associadas ao CINTESIS continuam em alta. A IS4Health é a quarta spin-off associada ao CINTESIS a integrar a lista de empresas que receberam a chancela spin-off U.Porto Inovação, juntando-se à FastINOV, à VirtualCare e à HealthySystems.

Ler mais »

CINTESIS acolhe "School of MRI 2017"

O CINTESIS acolhe, nos próximos dias 15, 16 e 17 junho, o Curso intitulado "School of MRI 2017", subordinado ao tema "Clinical fMRI & DTI – Theory and Practice". A organização local está a cargo de António Bastos-Leite, médico especialista, docente e investigador do CINTESIS.

Ler mais »
PROFILE // RUI NUNES , G16 - ManEthics

Idade:  56 anos
Naturalidade:  Sé, Porto
Polo: Faculdade de Medicina da U.Porto
Interesses de Investigação:  Bioética, Ética Médica, Testamento Vital, Igualdade de Género,

Rui Nunes é investigador principal do Grupo ManEthics do CINTESIS e um dos nomes mais importantes da Bioética a nível nacional e internacional. Assume-se orgulhosamente como médico, mas com uma grande preocupação pelo exercício de cidadania responsável e pela defesa dos valores humanistas. É ele o "pai" do testamento vital em Portugal. Ao longo da sua vida, tem abraçado várias causas. Atualmente, bate-se pela Igualdade de Género a uma escala global, mas com o patriotismo de sempre, o de Fernando Pessoa, o que explica a sua ligação à Lusofonia.

Rui Nunes nasceu em setembro de 1961, no Porto. Enquanto estudante, lembra-se de ter vivido com intensidade a Revolução dos Cravos e todos os movimentos em torno de ideais como a liberdade de pensamento, de expressão e de associação. Tinha apenas 15 anos quando decidiu ser médico, tendo feito toda a carreira médica hospitalar até ao topo, no Centro Hospitalar de São João. "Foi uma decisão essencial porque condicionou o modo como vejo a vida e a sociedade. Praticar a medicina permite-nos relativizar os problemas e saber o que é realmente importante", afirma.

Iniciou a sua trajetória académica no domínio da Bioética e da Deontologia Médica como assistente da disciplina nos finais dos anos 80 e fez provas de aptidão pedagógica sobre o testamento vital em 1993. Da teoria, passou à prática. Na liderança de um grupo de investigação, apresentou à Assembleia da República uma proposta que serviria de base à lei atualmente em vigor.

É o diretor mundial do departamento de investigação da Cátedra de Bioética na UNESCO, presidente da Associação Portuguesa de Bioética, diretor de cursos de mestrado e de doutoramento nas áreas da Bioéticae dos Cuidados Paliativos da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto e autor de vários livros.
 
Objetivo profissional para o próximo ano?
O meu objetivo pessoal é ver a Declaração Universal da Igualdade de Género aprovada na UNESCO. Tenho tido uma recetividade muito interessante e conto com o apoio inestimável do Sr. Presidente da República, que considerou este projeto como de índole nacional.  Há todas as condições para que a proposta venha a ser aprovada, se Portugal se mobilizar. Isso era uma vitória tremenda para todos nós, para o nosso grupo de investigação, para o CINTESIS, mas também para a diplomacia portuguesa e para Portugal como Nação.

Ambição para os próximos 10 anos?
A minha ambição é universalizar os valores da Bioética como um cimento unificador à escala global. Herdei do Prof. Daniel Serrão e do Prof. Luís Archer, meu orientador de doutoramento, esta ideia de que a Bioética não é apenas uma nova visão da Ética Médica, mas uma maneira de ver a sociedade. Gostaria de ver a Bioética a cristalizar-se como uma área central do pensamento filosófico, social e político. 
 
Que vida para além da medicina e da investigação?
Sou casado e tenho uma filha de 22 anos, licenciada em Economia. Seguiu as pisadas dos meus pais, que eram economistas e professores universitários. É um orgulho, mas também uma responsabilidade como pai. O melhor legado que posso deixar à minha filha é fazer o que está à minha disposição para que ela tenha a melhor formação pessoal, profissional, académica e cívica. 

Quando era jovem, gostava muito de squash e de outras atividades competitivas e energéticas. Agora passo os tempos livres com a família, em lazer, em coisas banais, mas que fazem muita falta, como passear, ir à praia ou ir ao cinema. Há tempo para tudo! Não vale a pena desculparmo-nos com a profissão para não termos tempo para a família. Os povos que mais se desenvolvem, como os alemães, são os que fazem esta gestão adequada do tempo. Com uma gestão eficiente do tempo, consegue-se tudo.
OUTRAS NOTÍCIAS
MEETING: Realiza-se no próximo dia 10 de maio, no Centro de Investigação Médica da Faculdade de Medicina da U.Porto, o NanoSTIMA 3.5 Meeting. O evento pretende aproximar os investigadores das linhas 3 e 4 deste projeto europeu. Ler mais >>

ESCOLA DE VERÃO:  Estão abertas as candidaturas para a edição de 2017 da Escola de Verão, promovida pelo Departamento de Medicina da Comunidade, Informação e Decisão em Saúde da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto em cooperação com o CINTESIS. Ler mais »

CICLO DE SEMINÁRIOS: O CINTESIS apoia e participa num evento que se realizará no próximo dia 19 de maio, em Santa Maria da Feira, sobre "O papel do Nutricionista nas Instituições de Solidariedade Social". As inscrições estão abertas até ao dia 7 de maio. Ler mais >>

SEMINÁRIO: O CINTESIS apoia a realização do Seminário Internacional de Investigação em Enfermagem de Saúde Mental, marcado para 12 e 13 de junho. O evento é organizado pela Sociedade Portuguesa de Enfermagem de Saúde Mental, Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar e Secção Regional do Norte - Ordem dos Enfermeiros. Ler mais >>

CONGRESSO: O CINTESIS e a ESEP - Escola Superior de Enfermagem do Porto promovem, através do grupo de investigação NursID, o Congresso Internacional de Investigação, Inovação e Desenvolvimento em Enfermagem, nos próximos dias 6 e 7 de julho de 2017, nas instalações da ESEP. Ler mais >>

BOLSAS: Estão abertas 8 bolsas para o projeto NanoSTIMA, nas áreas de Ciências da Saúde, Ciências de Computação e Engenharia Informática. Ler mais »

EMPREENDEDORISMO: O IAPMEI promove a Academia de PME – uma iniciativa que oferece atividades em diferentes formatos, nomeadamente, workshops, seminários, sessões de sensibilização, e a possibilidade de acesso a programas de apoio ao desenvolvimento de projetos empresariais com recurso à metodologia de formação-ação. Ler mais »

INOVAÇÃO: Estão abertas as candidaturas para o BfK IDEAS 2017 - uma iniciativa que visa premiar e divulgar as ideias de negócio "nascidas do conhecimento", que resultam das atividades de I&D ou do conhecimento científico e/ou tecnológico dos promotores. Ler mais »
 
 
Forward
Share
Tweet
Share
Copyright: CINTESIS®   |   Edição Mensal

Edição: António Soares | Redação: Olga Magalhães; Cláudia Azevedo
Infografia: Bárbara Mota

CINTESIS, Faculdade de Medicina da Universidade do Porto
R. Dr. Plácido da Costa, 4200-450, Porto, Portugal;  Tel: 225 513 622

Sugestões para This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

A equipa editorial do CINTESIS reserva-se o direito de selecionar os conteúdos informativos.

 

Patrocinadores:


© 2017, CINTESIS