ARIA@FARMA: O papel da Farmácia Comunitária apoiada por mobile Health na alergia respiratória

/, Investigação/ARIA@FARMA: O papel da Farmácia Comunitária apoiada por mobile Health na alergia respiratória

ARIA@FARMA: O papel da Farmácia Comunitária apoiada por mobile Health na alergia respiratória

Está marcada para dia 1 de junho, a partir das 14 horas, na sede do CINTESIS – Centro de Investigação em Tecnologias e Serviços de Saúde, a reunião ARIA@FARMA: O papel da Farmácia Comunitária apoiada por mobile Health na alergia respiratória.

Contando com a presença de Jean Bousquet, reputado especialista internacional na área da alergia, esta reunião servirá de pontapé de saída de um projeto internacional que pretende “comparar o impacto do uso de um sistema de apoio à decisão, usando a app Allergy Diary, com os cuidados padrão no controlo da rinite alérgica, no âmbito da farmácia comunitária”, explica João Fonseca, especialista em Imuno-Alergologia e investigador do CINTESIS na área das tecnologias aplicadas à saúde.

A rinite alérgica é a forma mais prevalente de rinite, afetando cerca de 30% da população mundial. Embora tenda a ser desvalorizada, esta doença afeta negativamente a qualidade de vida dos pacientes, comprometendo o sono, a função motora, a cognição e a participação em atividades sociais. Aliás, a app Allergy Diary ajudou a comunidade médica-científica a perceber o impacto da rinite na redução do desempenho profissional dos doentes, quantificando o presenteísmo – nome dado às situações em que se está presente no trabalho, mas sem produtividade.

A maioria dos doentes com rinite alérgica automedica-se com fármacos que adquirem nas farmácias. “Os farmacêuticos são profissionais de saúde que merecem a confiança dos pacientes e tendem a funcionar num regime de proximidade e acessibilidade do mais alto nível”, frisa o investigador do CINTESIS. “Os farmacêuticos são a base da gestão da rinite alérgica na maioria dos países”, defende o especialista, acrescentando que “é possível aos farmacêuticos identificar, acompanhar e rever os pacientes com rinite alérgica nas farmácias comunitárias”.

A reunião arranca às 14h30, com a Sessão de Abertura que estará a cargo de Altamiro da Costa Pereira (coordenador do CINTESIS e professor catedrático da Faculdade de Medicina da U.Porto) e Jean Bousquet (Universidade de Montepellier, França).

Segue, às 15h00, com uma intervenção do especialista francês, intitulada “From guidelines to mHealth to change management – the example of allergic Rhinitis impact on asthma”. Recorde-se que para além de professor emérito de Medicina Pulmonar na Universidade de Montpellier (França), Jean Bousquet foi o fundador da ARIA (Rinite Alérgica e Impacto na Asma), em colaboração com a Organização Mundial de Saúde (OMS). Foi também presidente da Aliança Global da OMS contra Doenças Respiratórias Crónicas entre 2005 e 2013.

Às 15h40, está prevista a realização de um painel sobre “Serviços farmacêuticos e mHealth – desafios de integração no sistema de saúde”. O objetivo é promover o debate entre os mais relevantes stakeholders institucionais associados à área da Farmácia e da mHealth, sendo que para isso foram convidados representantes institucionais da Ordem dos Farmacêuticos, da Associação Nacional de Farmácia, da Associação de Farmácias de Portugal, da Faculdade de Farmácia da U.Porto e do CINTESIS.

Note-se que o mobile Health (mHealth) é uma das áreas mais promissoras no que respeita à monitorização à distância e autogestão das doenças crónicas, tais como a asma ou a rinite alérgica. “A associação deste novo paradigma de cuidados de saúde ao contacto da Farmácia Comunitária com os pacientes merece ser explorada, no melhor interesse dos pacientes”, explica João Fonseca.

A reunião prossegue com as intervenções dos promotores da reunião. Elísio Costa fala às 17h10 sobre a “Adesão à terapêutica, envelhecimento e mHealth” e, de seguida, Ema Paulino, do Grupo Holon e da Federação Internacional de Farmácia, aborda os “Cuidados farmacêuticos e alergia respiratória”.

A seguir ao intervalo, por volta das 17h50, cabe a João A. Fonseca fazer a retrospetiva da aplicação do Diário de alergia em Portugal. Olga Lourenço termina, com a apresentação do estudo ARIA nas Farmácias.

Inscrições gratuitas, limitadas à lotação da sala (60 px).

Programa Final

 

Por | 2018-06-04T12:26:46+00:00 Maio 20th, 2018|Categorias: Eventos, Investigação|Tags: , , , , , |Comentários fechados em ARIA@FARMA: O papel da Farmácia Comunitária apoiada por mobile Health na alergia respiratória

Sobre o Autor:

Media Relations Specialist

Termos e Políticas de utilização

O website www.cintesis.eu é um website pertencente ao CINTESIS – Centro de Investigação em Tecnologias e Serviços de Saúde, tendo como objetivo a prossecução das atividades realizadas no âmbito desta Unidade de I&D da Universidade do Porto e sua divulgação para o público em geral. Por favor, leia atentamente os termos e condições de utilização antes de utilizar este website.
  • Os utilizadores declaram conhecer, compreender, aceitar e cumprir integralmente os termos e condições de utilização deste website.
  • Os utilizadores obrigam-se a respeitar os direitos de autor, direitos conexos e de propriedade intelectual do CINTESIS, dos seus promotores e colaboradores.
  • Os utilizadores obrigam-se à proibição de copiar, divulgar, transmitir, reproduzir ou difundir materiais publicados neste website, respeitando os direitos legais sobre os mesmos, exceto em caso de uso livre autorizado por lei, nomeadamente o direito de citação, desde que a sua origem seja claramente identificada.
  • Os utilizadores comprometem-se a não veicular através deste website qualquer tipo de conteúdo ofensivo, difamatório, discriminatório, racista, obsceno ou violento.
  • O CINTESIS encontra-se ligado a websites externos sobre os quais não tem qualquer controlo e pelos quais não assume qualquer responsabilidade.
  • O CINTESIS não se responsabiliza por quaisquer anomalias ou danos que possam derivar da utilização do website, designadamente por vírus causados pelo acesso a hiperligações disponibilizadas.
  • Os utilizadores declaram-se totalmente responsáveis por quaisquer danos que venham a provocar, quer ao CINTESIS, quer a terceiros, pelo não cumprimento dos termos e condições aqui descritos, bem como pelo não cumprimento das normas legais.
  • O CINTESIS pode suspender ou alterar os presentes termos e condições, sem aviso, a todo e qualquer momento.
  • As questões constantes dos termos e condições são reguladas pela legislação portuguesa em vigor.