CINTESIS e ESEP implementam método que aumenta a segurança dos cuidados de saúde prestados por enfermeiros

/, Eventos, Investigação/CINTESIS e ESEP implementam método que aumenta a segurança dos cuidados de saúde prestados por enfermeiros

CINTESIS e ESEP implementam método que aumenta a segurança dos cuidados de saúde prestados por enfermeiros

Um grupo de investigadores do CINTESIS – Centro de Investigação em Tecnologias e Serviços de Saúde e docentes da Escola Superior de Enfermagem do Porto (ESEP) desenvolveu um método que melhora a segurança e a qualidade dos cuidados de saúde prestados pelos enfermeiros, contribuindo ainda para aumentar a satisfação dos profissionais de saúde.

Criado no âmbito de um projeto intitulado SAFECARE – Supervisão Clínica para a segurança e qualidade dos cuidados, este novo método tem como objetivo a adoção de estratégias de supervisão clínica mais efetivas e dirigidas para a qualidade e segurança de cuidados. Reúne um conjunto de métodos de gestão, de organização de equipas e de recolha e monitorização de indicadores de saúde que aumenta a eficácia dos serviços.

A metodologia adotada que, pela primeira vez, atesta cientificamente a relação da supervisão clínica com a qualidade e segurança dos cuidados, tem já resultados comprovados, nomeadamente no que se refere à avaliação e prevenção do risco de queda de doentes hospitalizados e na melhoria nas competências dos enfermeiros para intervir no autocuidado.

“Os resultados preliminares permitiram perceber que o projeto vai ter um impacto muito significativo no exercício profissional dos enfermeiros e, também, nos resultados da organização na qual o modelo será implementado, no que se refere à qualidade e segurança dos cuidados prestados aos clientes”, explica Luís Carvalho, presidente da ESEP e investigador do CINTESIS.

Neste momento, a implementação do novo modelo de Supervisão Clínica está a decorrer na Unidade Local de Saúde de Matosinhos (ULSM), uma entidade de referência do Sistema Nacional de Saúde e parceira do projeto. Mas “o objetivo é chegar a mais unidades, pelo que já está prevista a implementação deste novo método de supervisão clínica nos dois maiores hospitais do Porto – o Centro Hospitalar do Porto e o Centro Hospitalar de São João”, revelam os investigadores.

Financiado por parte da União Europeia através do FEDER – Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional e do Portugal 2020, o SAFECARE será apresentado e debatido perante mais de 200 profissionais de saúde, durante o III Congresso de Supervisão Clínica em Enfermagem, que se realiza no próximo dia 30 de novembro, entre as 9 e as 17h no Auditório da ESEP (Rua Dr. António Bernardino de Almeida, em frente ao IPO-Porto).

Por | 2018-11-29T12:14:23+00:00 Novembro 29th, 2018|Categorias: CINTESIS, Eventos, Investigação|Tags: , , , , , |Comentários fechados em CINTESIS e ESEP implementam método que aumenta a segurança dos cuidados de saúde prestados por enfermeiros

Sobre o Autor:

Media Relations Specialist

Termos e Políticas de utilização

O website www.cintesis.eu é um website pertencente ao CINTESIS – Centro de Investigação em Tecnologias e Serviços de Saúde, tendo como objetivo a prossecução das atividades realizadas no âmbito desta Unidade de I&D da Universidade do Porto e sua divulgação para o público em geral. Por favor, leia atentamente os termos e condições de utilização antes de utilizar este website.
  • Os utilizadores declaram conhecer, compreender, aceitar e cumprir integralmente os termos e condições de utilização deste website.
  • Os utilizadores obrigam-se a respeitar os direitos de autor, direitos conexos e de propriedade intelectual do CINTESIS, dos seus promotores e colaboradores.
  • Os utilizadores obrigam-se à proibição de copiar, divulgar, transmitir, reproduzir ou difundir materiais publicados neste website, respeitando os direitos legais sobre os mesmos, exceto em caso de uso livre autorizado por lei, nomeadamente o direito de citação, desde que a sua origem seja claramente identificada.
  • Os utilizadores comprometem-se a não veicular através deste website qualquer tipo de conteúdo ofensivo, difamatório, discriminatório, racista, obsceno ou violento.
  • O CINTESIS encontra-se ligado a websites externos sobre os quais não tem qualquer controlo e pelos quais não assume qualquer responsabilidade.
  • O CINTESIS não se responsabiliza por quaisquer anomalias ou danos que possam derivar da utilização do website, designadamente por vírus causados pelo acesso a hiperligações disponibilizadas.
  • Os utilizadores declaram-se totalmente responsáveis por quaisquer danos que venham a provocar, quer ao CINTESIS, quer a terceiros, pelo não cumprimento dos termos e condições aqui descritos, bem como pelo não cumprimento das normas legais.
  • O CINTESIS pode suspender ou alterar os presentes termos e condições, sem aviso, a todo e qualquer momento.
  • As questões constantes dos termos e condições são reguladas pela legislação portuguesa em vigor.