CINTESIS recruta participantes para estudo sobre funcionamento cognitivo de sobreviventes de cancro

//CINTESIS recruta participantes para estudo sobre funcionamento cognitivo de sobreviventes de cancro

CINTESIS recruta participantes para estudo sobre funcionamento cognitivo de sobreviventes de cancro

Um grupo do CINTESIS – Centro de Investigação em Tecnologias e Serviços de Saúde/Universidade de Aveiro está a analisar o impacto da doença oncológica no funcionamento cognitivo dos sobreviventes em idade ativa.

A notícia é avançada neste dia 4 de fevereiro, data em que assinala anualmente o Dia Mundial do Cancro, que tem como principal objetivo sensibilizar e mobilizar na luta contra o cancro.

Através de um conjunto de questionários online, os investigadores estão a analisar as queixas e dificuldades cognitivas dos sobreviventes de cancro a nível global e, em particular, a nível laboral.

A equipa quer saber, por exemplo, qual é a capacidade para o trabalho e quais são as limitações sentidas pelos sobreviventes nesta área. Do mesmo modo, pretende avaliar aspetos psicossociais, incluindo a sintomatologia depressiva e ansiosa e a qualidade de vida.

Um dos principais contributos deste projeto deverá ser a disponibilização de um programa de reabilitação cognitiva online específico para esta população.

Podem participar neste estudo todos os homens e mulheres com idades compreendidas entre os 18 e os 65 anos que tenham sido diagnosticados com cancro. A participação é totalmente voluntária e confidencial.

Alterações às capacidades prolongam-se após os tratamentos

De acordo com Ana Filipa Oliveira, investigadora do CINTESIS/Universidade de Aveiro, até 75% das pessoas diagnosticadas com cancro relatam alterações ao nível das suas capacidades cognitivas durante os tratamentos do cancro e cerca de 35% continuam a demonstrar algum compromisso ou queixas após terminar os tratamentos.

“Estas alterações são um fator de preocupação para os sobreviventes de cancro, podendo interferir na qualidade de vida e no funcionamento diário, nomeadamente ao nível laboral”, refere.

Em Portugal, de acordo com os últimos dados do Observatório Global do Cancro da Organização Mundial da Saúde (Globocan) de 2020, registaram-se mais de 22 mil novos casos de cancro na população em idade ativa (15-64 anos) e mais de 63 mil pessoas, nesta faixa etária, estão a viver com a doença (até cinco anos após o diagnóstico).

Além de Ana Filipa Oliveira, participam neste projeto Isabel M. Santos, do William James Center for Research e colaboradora do CINTESIS, Ana Torres, do CINTESIS, e ainda Linda M. Ercoli, da Universidade da Califórnia, em Los Angeles (UCLA). Estão também envolvidas no projeto as investigadoras Anabela Pereira, Sara Monteiro, Ana Bártolo, Helena Sousa, Rita Tavares e Milaydis Sosa Napolskij do CINTESIS, e o investigador David Oliveira do DigiMedia/Universidade de Aveiro.

O projeto “Funcionamento Cognitivo no Cancro e Outcomes Relacionados com o Trabalho: Eficácia de um Programa de Reabilitação Cognitiva Online” é financiado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT) e pelo CINTESIS.

O questionário online está disponível AQUI.

Por | 2021-02-24T10:44:12+00:00 Fevereiro 4th, 2021|Categorias: Investigação|Tags: , , , |Comentários fechados em CINTESIS recruta participantes para estudo sobre funcionamento cognitivo de sobreviventes de cancro

Sobre o Autor:

Termos e Políticas de utilização

O website www.cintesis.eu é um website pertencente ao CINTESIS – Centro de Investigação em Tecnologias e Serviços de Saúde, tendo como objetivo a prossecução das atividades realizadas no âmbito desta Unidade de I&D da Universidade do Porto e sua divulgação para o público em geral. Por favor, leia atentamente os termos e condições de utilização antes de utilizar este website.
  • Os utilizadores declaram conhecer, compreender, aceitar e cumprir integralmente os termos e condições de utilização deste website.
  • Os utilizadores obrigam-se a respeitar os direitos de autor, direitos conexos e de propriedade intelectual do CINTESIS, dos seus promotores e colaboradores.
  • Os utilizadores obrigam-se à proibição de copiar, divulgar, transmitir, reproduzir ou difundir materiais publicados neste website, respeitando os direitos legais sobre os mesmos, exceto em caso de uso livre autorizado por lei, nomeadamente o direito de citação, desde que a sua origem seja claramente identificada.
  • Os utilizadores comprometem-se a não veicular através deste website qualquer tipo de conteúdo ofensivo, difamatório, discriminatório, racista, obsceno ou violento.
  • O CINTESIS encontra-se ligado a websites externos sobre os quais não tem qualquer controlo e pelos quais não assume qualquer responsabilidade.
  • O CINTESIS não se responsabiliza por quaisquer anomalias ou danos que possam derivar da utilização do website, designadamente por vírus causados pelo acesso a hiperligações disponibilizadas.
  • Os utilizadores declaram-se totalmente responsáveis por quaisquer danos que venham a provocar, quer ao CINTESIS, quer a terceiros, pelo não cumprimento dos termos e condições aqui descritos, bem como pelo não cumprimento das normas legais.
  • O CINTESIS pode suspender ou alterar os presentes termos e condições, sem aviso, a todo e qualquer momento.
  • As questões constantes dos termos e condições são reguladas pela legislação portuguesa em vigor.