E se o seu filho tivesse esquizofrenia?

//E se o seu filho tivesse esquizofrenia?

E se o seu filho tivesse esquizofrenia?

“Meses antes de entrar para a universidade, Dinis é diagnosticado com esquizofrenia. A sua mãe tem de cuidar dele e garantir a sua segurança, mas ao mesmo tempo permitir que ele consiga ter uma vida normal como os outros adolescentes.”

É esta a história central da curta-metragem “No Limiar do Pensamento”, atualmente em fase de gravações, e que tem o apoio do CINTESIS. Os objetivos passam pelo combate ao estigma associado à doença mental, pela valorização do papel das famílias e por uma maior sensibilização no sentido de uma sociedade mais inclusiva.

No projeto participam dois investigadores do CINTESIS no polo da Escola Superior de Enfermagem do Porto (ESEP). São eles Carlos Sequeira (líder do grupo de investigação NursID – Inovação e Desenvolvimento em Enfermagem) e José Carlos Carvalho. Ambos têm desenvolvido projetos e investigação na área da Saúde Mental, com particular ênfase na Saúde Mental Positiva.

Paula Lobo Antunes é a atriz principal deste filme e vai interpretar Madalena, mãe do jovem com esquizofrenia. Apesar de ser enfermeira e de estar habituada a cuidar de outras pessoas, a personagem encontra dificuldades e obstáculos para cuidar do próprio filho, revelando o lado vulnerável do cuidador, raramente explorado no cinema.

“De um modo geral a doença mental tem sido e é representada nos filmes de forma muito negativa. Na maioria dos casos o que interessa em termos de espetáculo é o aproveitamento da doença, levando a um estereótipo que está na base do preconceito, do estigma e da discriminação. Queremos salientar as dificuldades dos cuidadores e a importância do papel dos profissionais de saúde”, refere Carlos Sequeira.

A equipa técnica é coordenada pelo jovem realizador português António Sequeira, licenciado em Cinema pela London Metropolitan University e vencedor de vários prémios internacionais.

A curta-metragem, que será exibida no Porto Canal, em escolas e hospitais,  conta ainda com a participação dos atores Afonso Lopes (no papel de Dinis) e Maria Eduarda Laranjeira (irmã de Dinis), além de Sabina Juncu (produtora educativa), Anastasiia Vorotniuk (diretora de fotografia) e Rodrigo Prista Garcia (co-argumentista), integrando profissionais de Portugal, Reino Unido, Irlanda, França, Itália, Bulgária, Ucrânia e Estados Unidos da América.

O projeto “No Limiar do Pensamento” é financiado exclusivamente pela sociedade civil, que se tem revelado fundamental para a sua concretização, tendo como parceiros diversas entidades, nomeadamente a Ordem dos Enfermeiros (Secção Regional do Norte) e a Sociedade Portuguesa de Enfermagem de Saúde Mental.

Por | 2018-09-12T16:25:50+00:00 Setembro 11th, 2018|Categorias: Educação|Tags: , , , |Comentários fechados em E se o seu filho tivesse esquizofrenia?

Sobre o Autor:

Termos e Políticas de utilização

O website www.cintesis.eu é um website pertencente ao CINTESIS – Centro de Investigação em Tecnologias e Serviços de Saúde, tendo como objetivo a prossecução das atividades realizadas no âmbito desta Unidade de I&D da Universidade do Porto e sua divulgação para o público em geral. Por favor, leia atentamente os termos e condições de utilização antes de utilizar este website.
  • Os utilizadores declaram conhecer, compreender, aceitar e cumprir integralmente os termos e condições de utilização deste website.
  • Os utilizadores obrigam-se a respeitar os direitos de autor, direitos conexos e de propriedade intelectual do CINTESIS, dos seus promotores e colaboradores.
  • Os utilizadores obrigam-se à proibição de copiar, divulgar, transmitir, reproduzir ou difundir materiais publicados neste website, respeitando os direitos legais sobre os mesmos, exceto em caso de uso livre autorizado por lei, nomeadamente o direito de citação, desde que a sua origem seja claramente identificada.
  • Os utilizadores comprometem-se a não veicular através deste website qualquer tipo de conteúdo ofensivo, difamatório, discriminatório, racista, obsceno ou violento.
  • O CINTESIS encontra-se ligado a websites externos sobre os quais não tem qualquer controlo e pelos quais não assume qualquer responsabilidade.
  • O CINTESIS não se responsabiliza por quaisquer anomalias ou danos que possam derivar da utilização do website, designadamente por vírus causados pelo acesso a hiperligações disponibilizadas.
  • Os utilizadores declaram-se totalmente responsáveis por quaisquer danos que venham a provocar, quer ao CINTESIS, quer a terceiros, pelo não cumprimento dos termos e condições aqui descritos, bem como pelo não cumprimento das normas legais.
  • O CINTESIS pode suspender ou alterar os presentes termos e condições, sem aviso, a todo e qualquer momento.
  • As questões constantes dos termos e condições são reguladas pela legislação portuguesa em vigor.