Estudo CINTESIS/Universidade do Minho evidencia papel dos jornalistas no combate à pandemia

//Estudo CINTESIS/Universidade do Minho evidencia papel dos jornalistas no combate à pandemia

Estudo CINTESIS/Universidade do Minho evidencia papel dos jornalistas no combate à pandemia

Os jornalistas assumiram um papel fulcral no combate à pandemia de COVID-19, numa lógica de serviço público que pode ter contribuído para o controlo da pandemia em Portugal.

Esta é uma das conclusões de um estudo desenvolvido por um grupo de investigadores da Universidade do Minho, que contou com a participação do CINTESIS – Centro de Investigação em Tecnologias e Serviços de Saúde.

A equipa realizou o primeiro inquérito sobre o impacto da COVID-19 em Portugal, tendo auscultado 200 jornalistas, entre jornalistas de saúde, editores, coordenadores e diretores de órgãos de comunicação social nacionais.

Os resultados indicam que os jornalistas procuraram orientar os comportamentos dos cidadãos através de textos noticiosos, infografias e caixas explicativas, em particular durante o estado de emergência. O objetivo era tornar a informação mais simples e acessível à população, incluindo o público menos instruído.

Os jornalistas admitem que encontraram alguns obstáculos à sua tarefa, com destaque para “o crescendo de informação falsa”, testemunhado por 87% dos jornalistas, editores/coordenadores.

A triagem da informação credível foi mesmo a principal dificuldade apontada pelos inquiridos. Para a ultrapassar, a estratégia passou por cruzar fontes de informação e o recurso a fontes oficiais ou especializadas.

“Esta necessidade de explicações adicionais pode justificar o elevado número de especialistas e académicos que surgiram no espaço público, contribuindo para a qualidade do debate”, realça Olga Magalhães, do CINTESIS.

Em declarações sobre o estudo, a investigadora sublinha a importância da especialização dos jornalistas na área da saúde.

Coordenado por Felisbela Lopes, o inquérito contou ainda com a participação de Rita Araújo e Alberto Sá. O projeto de investigação continuará a analisar a cobertura jornalística feita à COVID-19.

Por | 2020-06-19T18:15:25+00:00 Junho 17th, 2020|Categorias: Investigação|Tags: , , , , , |Comentários fechados em Estudo CINTESIS/Universidade do Minho evidencia papel dos jornalistas no combate à pandemia

Sobre o Autor:

Termos e Políticas de utilização

O website www.cintesis.eu é um website pertencente ao CINTESIS – Centro de Investigação em Tecnologias e Serviços de Saúde, tendo como objetivo a prossecução das atividades realizadas no âmbito desta Unidade de I&D da Universidade do Porto e sua divulgação para o público em geral. Por favor, leia atentamente os termos e condições de utilização antes de utilizar este website.
  • Os utilizadores declaram conhecer, compreender, aceitar e cumprir integralmente os termos e condições de utilização deste website.
  • Os utilizadores obrigam-se a respeitar os direitos de autor, direitos conexos e de propriedade intelectual do CINTESIS, dos seus promotores e colaboradores.
  • Os utilizadores obrigam-se à proibição de copiar, divulgar, transmitir, reproduzir ou difundir materiais publicados neste website, respeitando os direitos legais sobre os mesmos, exceto em caso de uso livre autorizado por lei, nomeadamente o direito de citação, desde que a sua origem seja claramente identificada.
  • Os utilizadores comprometem-se a não veicular através deste website qualquer tipo de conteúdo ofensivo, difamatório, discriminatório, racista, obsceno ou violento.
  • O CINTESIS encontra-se ligado a websites externos sobre os quais não tem qualquer controlo e pelos quais não assume qualquer responsabilidade.
  • O CINTESIS não se responsabiliza por quaisquer anomalias ou danos que possam derivar da utilização do website, designadamente por vírus causados pelo acesso a hiperligações disponibilizadas.
  • Os utilizadores declaram-se totalmente responsáveis por quaisquer danos que venham a provocar, quer ao CINTESIS, quer a terceiros, pelo não cumprimento dos termos e condições aqui descritos, bem como pelo não cumprimento das normas legais.
  • O CINTESIS pode suspender ou alterar os presentes termos e condições, sem aviso, a todo e qualquer momento.
  • As questões constantes dos termos e condições são reguladas pela legislação portuguesa em vigor.