Investigador do CINTESIS preside a Conselho de Especialidade de Psicologia Clínica e da Saúde

//Investigador do CINTESIS preside a Conselho de Especialidade de Psicologia Clínica e da Saúde

Investigador do CINTESIS preside a Conselho de Especialidade de Psicologia Clínica e da Saúde

Miguel Ricou, investigador do CINTESIS – Centro de Investigação em Tecnologias e Serviços de Saúde e professor da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP), foi eleito presidente do Conselho de Especialidade de Psicologia Clínica e da Saúde da Ordem dos Psicólogos Portugueses.

O professor e investigador reage a esta eleição “com muita satisfação e uma pontinha de orgulho. Sou psicólogo clínico há mais de 20 anos. Fui sempre um entusiasta da organização da profissão e é com muita alegria que assisto à valorização da Psicologia como profissão”.

“Ter a oportunidade de presidir este conselho tem para mim um significado especial, pois passa pelo reconhecimento da importância da ética como um contributo fundamental para a excelência da prática profissional”, acrescenta o responsável, que já tinha estado à frente da Comissão de Ética da OPP.

Neste mandato de quatro anos, os seus objetivos ligam-se à promoção da boa prática da Psicologia e da colaboração interdisciplinar e interprofissional, numa perspetiva de cuidados de saúde integrados. “Cada vez mais, os campos de investigação que desenvolvo na FMUP associados à ética profissional são centrais para a orientação da formação, treino e prática dos psicólogos clínicos e da saúde. Sempre defendi que a ética é a promoção da excelência da prática”, continua.

Doutorado em Psicologia Clínica, Miguel Ricou é, atualmente, Professor Auxiliar da FMUP e investigador do CINTESIS, onde tem desenvolvido estudos na área da Bioética e da Ética profissional. Nos últimos anos, o seu foco de investigação dirigiu-se, em particular, para as questões da morte antecipada (eutanásia e suicídio assistido). É membro fundador da Plataforma Europeia Wish to Die, que se dedica ao estudo do processo de tomada de decisão, da consistência da decisão, do papel dos cuidados paliativos e do impacto na família.

Como psicólogo, é também presidente da Interpsic – Associação Portuguesa de Intervenção Psicológica e representante português na European Federation of Psychologists Associations – EFPA Board of Ethics.

 

Por | 2021-03-03T10:48:27+00:00 Março 1st, 2021|Categorias: Mérito|Tags: , , , , |Comentários fechados em Investigador do CINTESIS preside a Conselho de Especialidade de Psicologia Clínica e da Saúde

Sobre o Autor:

Termos e Políticas de utilização

O website www.cintesis.eu é um website pertencente ao CINTESIS – Centro de Investigação em Tecnologias e Serviços de Saúde, tendo como objetivo a prossecução das atividades realizadas no âmbito desta Unidade de I&D da Universidade do Porto e sua divulgação para o público em geral. Por favor, leia atentamente os termos e condições de utilização antes de utilizar este website.
  • Os utilizadores declaram conhecer, compreender, aceitar e cumprir integralmente os termos e condições de utilização deste website.
  • Os utilizadores obrigam-se a respeitar os direitos de autor, direitos conexos e de propriedade intelectual do CINTESIS, dos seus promotores e colaboradores.
  • Os utilizadores obrigam-se à proibição de copiar, divulgar, transmitir, reproduzir ou difundir materiais publicados neste website, respeitando os direitos legais sobre os mesmos, exceto em caso de uso livre autorizado por lei, nomeadamente o direito de citação, desde que a sua origem seja claramente identificada.
  • Os utilizadores comprometem-se a não veicular através deste website qualquer tipo de conteúdo ofensivo, difamatório, discriminatório, racista, obsceno ou violento.
  • O CINTESIS encontra-se ligado a websites externos sobre os quais não tem qualquer controlo e pelos quais não assume qualquer responsabilidade.
  • O CINTESIS não se responsabiliza por quaisquer anomalias ou danos que possam derivar da utilização do website, designadamente por vírus causados pelo acesso a hiperligações disponibilizadas.
  • Os utilizadores declaram-se totalmente responsáveis por quaisquer danos que venham a provocar, quer ao CINTESIS, quer a terceiros, pelo não cumprimento dos termos e condições aqui descritos, bem como pelo não cumprimento das normas legais.
  • O CINTESIS pode suspender ou alterar os presentes termos e condições, sem aviso, a todo e qualquer momento.
  • As questões constantes dos termos e condições são reguladas pela legislação portuguesa em vigor.