MOAI LABS

MOAI LABS 2021-02-18T15:50:47+00:00

Project Description

MOAI LABS: Laboratórios de Inteligência Coletiva e Tecnologia Social e de Saúde para combater o isolamento e a solidão das pessoas idosas

Descrição do Projeto

MOAI LABS é um projeto financiado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), no âmbito do programa Interreg Sudoe. Através da criação de uma metodologia inovadora, os “living labs”, procurar-se-á estudar o fenómeno de solidão e isolamento social dos mais velhos e, com eles, explorar desafios e desenvolver soluções digitais que contribuam para promover a sua participação social.

Resumo

O projeto MOAI LABS visa a promoção do investimento das empresas em soluções inovadoras para combater a solidão e isolamento dos adultos mais velhos, incentivada por uma futura compra pública inovadora com comprometimento antecipado. MOAI LABS envolverá a criação do primeiro laboratório transnacional Europeu especializado em solidão e inovação aberta, capaz de apoiar esse investimento graças à integração de “Especialistas por Experiência” (a necessidade), “Grupos de procura antecipada” (a oferta), os potenciais compradores (a procura) e o entorno de proximidade (a comunidade). Pretende-se, assim, garantir a adoção dessas soluções para reduzir a solidão dos adultos mais velhos, aumentar os seus vínculos e empoderá-los.

Entidade Financiadora

FEDER (Interreg Sudoe)

Montante global

1.472.128,24€

Montante CINTESIS

141.544,65€

Referência

SOE4/P1/E1078

Duração

27 meses (1/11/2020 – 31/01/2023)

Investigadores CINTESIS envolvidos

Óscar Ribeiro (Project manager), Liliana Sousa, Sara Guerra

Parceiros

O projeto envolve parceiros de Espanha (Fundación INTRAS, Gerencia de Servicios Sociales de Castilla y León, FUNGE Formación y Empleo, LEITAT e Ticbiomed), França (Institut des Métiers de la Longévité e Mutualité Française Limousine) e Portugal (CINTESIS/Universidade de Aveiro e INOV INESC Inovação), tendo o CINTESIS.UA como colaboradores diretos o CASO50+, o Instituto Superior de Serviço Social do Porto (ISSSP), o Porto4Ageing e o Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar da Universidade do Porto.

Website

Termos e Políticas de utilização

O website www.cintesis.eu é um website pertencente ao CINTESIS – Centro de Investigação em Tecnologias e Serviços de Saúde, tendo como objetivo a prossecução das atividades realizadas no âmbito desta Unidade de I&D da Universidade do Porto e sua divulgação para o público em geral. Por favor, leia atentamente os termos e condições de utilização antes de utilizar este website.
  • Os utilizadores declaram conhecer, compreender, aceitar e cumprir integralmente os termos e condições de utilização deste website.
  • Os utilizadores obrigam-se a respeitar os direitos de autor, direitos conexos e de propriedade intelectual do CINTESIS, dos seus promotores e colaboradores.
  • Os utilizadores obrigam-se à proibição de copiar, divulgar, transmitir, reproduzir ou difundir materiais publicados neste website, respeitando os direitos legais sobre os mesmos, exceto em caso de uso livre autorizado por lei, nomeadamente o direito de citação, desde que a sua origem seja claramente identificada.
  • Os utilizadores comprometem-se a não veicular através deste website qualquer tipo de conteúdo ofensivo, difamatório, discriminatório, racista, obsceno ou violento.
  • O CINTESIS encontra-se ligado a websites externos sobre os quais não tem qualquer controlo e pelos quais não assume qualquer responsabilidade.
  • O CINTESIS não se responsabiliza por quaisquer anomalias ou danos que possam derivar da utilização do website, designadamente por vírus causados pelo acesso a hiperligações disponibilizadas.
  • Os utilizadores declaram-se totalmente responsáveis por quaisquer danos que venham a provocar, quer ao CINTESIS, quer a terceiros, pelo não cumprimento dos termos e condições aqui descritos, bem como pelo não cumprimento das normas legais.
  • O CINTESIS pode suspender ou alterar os presentes termos e condições, sem aviso, a todo e qualquer momento.
  • As questões constantes dos termos e condições são reguladas pela legislação portuguesa em vigor.