Público // “A maior parte dos profissionais que saíram não pensa regressar”

//Público // “A maior parte dos profissionais que saíram não pensa regressar”

Público // “A maior parte dos profissionais que saíram não pensa regressar”

Paulo Marques, investigador do CINTESIS – Centro de Investigação em Tecnologias e Serviços de Saúde/Escola Superior de Enfermagem do Porto (ESEP), acredita que a nova vaga de emigração dos enfermeiros tem a ver com a desmotivação resultante das “greves cirúrgicas”.

Sabe-se que os pedidos de emigração por parte desta classe profissional voltaram a disparar nos primeiros seis meses de 2019, depois de o volume de saídas ter abrandado. Em declarações ao jornal Público, o responsável diz que uma das razões para os enfermeiros voltarem a sair de Portugal é pensarem que aqui não serão devidamente valorizados.

O investigador lançou, no passado mês de junho, o livro “Fora da Zona de Conforto – Testemunhos de enfermeiros que se viram na contingência de emigrar”, no qual reúne histórias de colegas que optaram por exercer a sua profissão noutros países, na Europa e fora dela, após a crise financeira.

 

 

Por | 2019-08-22T13:36:32+00:00 Agosto 9th, 2019|Categorias: Media Clipping|Tags: , , , , , , |Comentários fechados em Público // “A maior parte dos profissionais que saíram não pensa regressar”

Sobre o Autor:

Termos e Políticas de utilização

O website www.cintesis.eu é um website pertencente ao CINTESIS – Centro de Investigação em Tecnologias e Serviços de Saúde, tendo como objetivo a prossecução das atividades realizadas no âmbito desta Unidade de I&D da Universidade do Porto e sua divulgação para o público em geral. Por favor, leia atentamente os termos e condições de utilização antes de utilizar este website.
  • Os utilizadores declaram conhecer, compreender, aceitar e cumprir integralmente os termos e condições de utilização deste website.
  • Os utilizadores obrigam-se a respeitar os direitos de autor, direitos conexos e de propriedade intelectual do CINTESIS, dos seus promotores e colaboradores.
  • Os utilizadores obrigam-se à proibição de copiar, divulgar, transmitir, reproduzir ou difundir materiais publicados neste website, respeitando os direitos legais sobre os mesmos, exceto em caso de uso livre autorizado por lei, nomeadamente o direito de citação, desde que a sua origem seja claramente identificada.
  • Os utilizadores comprometem-se a não veicular através deste website qualquer tipo de conteúdo ofensivo, difamatório, discriminatório, racista, obsceno ou violento.
  • O CINTESIS encontra-se ligado a websites externos sobre os quais não tem qualquer controlo e pelos quais não assume qualquer responsabilidade.
  • O CINTESIS não se responsabiliza por quaisquer anomalias ou danos que possam derivar da utilização do website, designadamente por vírus causados pelo acesso a hiperligações disponibilizadas.
  • Os utilizadores declaram-se totalmente responsáveis por quaisquer danos que venham a provocar, quer ao CINTESIS, quer a terceiros, pelo não cumprimento dos termos e condições aqui descritos, bem como pelo não cumprimento das normas legais.
  • O CINTESIS pode suspender ou alterar os presentes termos e condições, sem aviso, a todo e qualquer momento.
  • As questões constantes dos termos e condições são reguladas pela legislação portuguesa em vigor.