Público // Guerra à pandemia por covid-19

//Público // Guerra à pandemia por covid-19

Público // Guerra à pandemia por covid-19

Altamiro da Costa Pereira, coordenador do CINTESIS e diretor da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP), resume algumas reflexões e recomendações “a quem tem a responsabilidade de combater a presente guerra sanitária que todos estamos a viver”.

Como escreve no jornal Público, a primeira medida é o distanciamento físico social, que “poderão ter um enorme efeito na travagem ou desaceleração da epidemia, constituindo assim a nossa maior esperança e aposta para se evitar uma verdadeira disrupção do nosso sistema de saúde, com gravíssimas consequências na mortalidade não só nos doentes infetados por covid-19, mas talvez ainda mais entre todos os outros doentes que continuam, neste preciso momento, a precisar de cuidados médicos regulares e diferenciados, tais como os doentes oncológicos ou os hemodialisados”.

A segunda recomendação vai no sentido da instituição urgente de uma “estrutura de comando operacional” e a terceira refere-se à transformação provisória do Ministério da Saúde num “verdadeiro Ministério da Guerra ou da Defesa Nacional” com uma “linha de comando bem definida” para “articular melhor todos os possíveis atores envolvidos nesta guerra, desde entidades públicas e privadas a organizações empresariais ou de voluntários, da área da saúde, logística, autárquica ou industrial”.

Ler mais.

Por | 2020-03-23T21:25:20+00:00 Março 19th, 2020|Categorias: Media Clipping|Tags: , , , , , |Comentários fechados em Público // Guerra à pandemia por covid-19

Sobre o Autor:

Termos e Políticas de utilização

O website www.cintesis.eu é um website pertencente ao CINTESIS – Centro de Investigação em Tecnologias e Serviços de Saúde, tendo como objetivo a prossecução das atividades realizadas no âmbito desta Unidade de I&D da Universidade do Porto e sua divulgação para o público em geral. Por favor, leia atentamente os termos e condições de utilização antes de utilizar este website.
  • Os utilizadores declaram conhecer, compreender, aceitar e cumprir integralmente os termos e condições de utilização deste website.
  • Os utilizadores obrigam-se a respeitar os direitos de autor, direitos conexos e de propriedade intelectual do CINTESIS, dos seus promotores e colaboradores.
  • Os utilizadores obrigam-se à proibição de copiar, divulgar, transmitir, reproduzir ou difundir materiais publicados neste website, respeitando os direitos legais sobre os mesmos, exceto em caso de uso livre autorizado por lei, nomeadamente o direito de citação, desde que a sua origem seja claramente identificada.
  • Os utilizadores comprometem-se a não veicular através deste website qualquer tipo de conteúdo ofensivo, difamatório, discriminatório, racista, obsceno ou violento.
  • O CINTESIS encontra-se ligado a websites externos sobre os quais não tem qualquer controlo e pelos quais não assume qualquer responsabilidade.
  • O CINTESIS não se responsabiliza por quaisquer anomalias ou danos que possam derivar da utilização do website, designadamente por vírus causados pelo acesso a hiperligações disponibilizadas.
  • Os utilizadores declaram-se totalmente responsáveis por quaisquer danos que venham a provocar, quer ao CINTESIS, quer a terceiros, pelo não cumprimento dos termos e condições aqui descritos, bem como pelo não cumprimento das normas legais.
  • O CINTESIS pode suspender ou alterar os presentes termos e condições, sem aviso, a todo e qualquer momento.
  • As questões constantes dos termos e condições são reguladas pela legislação portuguesa em vigor.