Sérgio Sampaio: “Quero ajudar no rastreio nacional do aneurisma da aorta abdominal, se for provado que é efetivo”

/, Profile/Sérgio Sampaio: “Quero ajudar no rastreio nacional do aneurisma da aorta abdominal, se for provado que é efetivo”

Sérgio Sampaio: “Quero ajudar no rastreio nacional do aneurisma da aorta abdominal, se for provado que é efetivo”

Sérgio Sampaio nasceu em 1972, na cidade do Porto, onde cresceu. Frequentou a Escola Secundária de Alexandra Herculano, onde foi um aluno exemplar. Em 1990, entrou na Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, tendo concluído o curso em 1996. Era ainda estudante quando começou a dar aulas, de forma voluntária, impulsionado pelo então professor e atual diretor da FMUP, Altamiro da Costa Pereira.

Em 1997, iniciou o internato na especialidade de Cirurgia Vascular no Hospital de São João (atual Centro Hospitalar Universitário de São João). Interrompeu-o em 2002 para rumar à Mayo Clinic, no Minnesota, nos Estados Unidos, com um “fellowship” de investigação clínica. É ainda nos EUA que começa a fazer investigação sobre aneurismas da aorta abdominal, que viria a ser o tema do seu doutoramento e de vários estudos que se lhe seguiram.

De regresso a Portugal, concluiu a especialidade em Cirurgia Vascular, exercendo sempre a sua atividade como médico especialista no CHUSJ. “A Cirurgia Vascular entusiasmou-me, desde muito cedo, por ser muito abrangente, incluindo o diagnóstico e a terapêutica. É muito compensador atuar, com sucesso, nas diferentes fases da doença, desde a sua deteção até ao seu tratamento”, afirma.

Para o investigador e médico Sérgio Sampaio, “é também muito gratificante poder intervir precocemente, prevenindo uma série de problemas potencialmente fatais e melhorando significativamente a qualidade de vida dos doentes”.

Desde 2007, alia o exercício profissional como médico à investigação e à docência, enquanto investigador do CINTESIS – Centro de Investigação em Tecnologias e Serviços de Saúde e da FMUP, onde é atualmente Professor Auxiliar Convidado, no Departamento de Medicina da Comunidade, Informação e Decisão em Saúde (MEDCIDS).

É Fellow of the European Board of Vascular Surgery pela Sociedade Europeia de Cirurgia Vascular desde 2009 e membro de várias sociedades científicas (Sociedade Portuguesa de Angiologia e Cirurgia Vascular, Sociedade Portuguesa de Cirurgia Cardiotorácica e Vascular, European Society for Vascular Surgery e Mayo Clinic Alumni Association).

Como investigador do CINTESIS, onde está desde praticamente o início, tem desenvolvido trabalho científico em várias áreas (doença vascular periférica, aneurismas da aorta, doença carotídea, doença venosa), integrando o grupo de investigação EvidenS&HTA: Decisão Baseada na Evidência, Estudos de Síntese e Avaliação de Tecnologias da Saúde, pertencente à Linha Temática 3 – Ciência de Dados, de Decisão & Tecnologias de Informação.

Um dos estudos mais recentes sob sua coordenação faz uma avaliação nacional das roturas dos aneurismas da aorta abdominal entre 2000 e 2015. Os resultados indicam que uma parte substancial das mortes ocorre fora do hospital e que subsistem graves assimetrias nas várias regiões do país (link para a notícia).

Entretanto, Sérgio Sampaio está envolvido num trabalho de avaliação do eventual benefício da realização de um rastreio nacional aos aneurismas da aorta abdominal.

Ambição a 1 ano?

Avançar o mais possível no trabalho de avaliação do eventual benefício da realização de um rastreio nacional aos aneurismas da aorta abdominal e apresentar-me a provas de agregação.

Ambição a 10 anos?

Se provado como efetivo, ajudar na implementação de um programa nacional de rastreio do aneurisma da aorta abdominal.

Vida para além da investigação, da medicina e da docência?

Família, música (como consumidor ávido, apenas).

Por | 2020-10-21T12:12:43+00:00 Outubro 21st, 2020|Categorias: Entrevista, Profile|Tags: , , , , , , |Comentários fechados em Sérgio Sampaio: “Quero ajudar no rastreio nacional do aneurisma da aorta abdominal, se for provado que é efetivo”

Sobre o Autor:

Termos e Políticas de utilização

O website www.cintesis.eu é um website pertencente ao CINTESIS – Centro de Investigação em Tecnologias e Serviços de Saúde, tendo como objetivo a prossecução das atividades realizadas no âmbito desta Unidade de I&D da Universidade do Porto e sua divulgação para o público em geral. Por favor, leia atentamente os termos e condições de utilização antes de utilizar este website.
  • Os utilizadores declaram conhecer, compreender, aceitar e cumprir integralmente os termos e condições de utilização deste website.
  • Os utilizadores obrigam-se a respeitar os direitos de autor, direitos conexos e de propriedade intelectual do CINTESIS, dos seus promotores e colaboradores.
  • Os utilizadores obrigam-se à proibição de copiar, divulgar, transmitir, reproduzir ou difundir materiais publicados neste website, respeitando os direitos legais sobre os mesmos, exceto em caso de uso livre autorizado por lei, nomeadamente o direito de citação, desde que a sua origem seja claramente identificada.
  • Os utilizadores comprometem-se a não veicular através deste website qualquer tipo de conteúdo ofensivo, difamatório, discriminatório, racista, obsceno ou violento.
  • O CINTESIS encontra-se ligado a websites externos sobre os quais não tem qualquer controlo e pelos quais não assume qualquer responsabilidade.
  • O CINTESIS não se responsabiliza por quaisquer anomalias ou danos que possam derivar da utilização do website, designadamente por vírus causados pelo acesso a hiperligações disponibilizadas.
  • Os utilizadores declaram-se totalmente responsáveis por quaisquer danos que venham a provocar, quer ao CINTESIS, quer a terceiros, pelo não cumprimento dos termos e condições aqui descritos, bem como pelo não cumprimento das normas legais.
  • O CINTESIS pode suspender ou alterar os presentes termos e condições, sem aviso, a todo e qualquer momento.
  • As questões constantes dos termos e condições são reguladas pela legislação portuguesa em vigor.