Projeto avalia Perturbação da Linguagem em crianças do pré-escolar

//Projeto avalia Perturbação da Linguagem em crianças do pré-escolar

Projeto avalia Perturbação da Linguagem em crianças do pré-escolar

Um novo projeto com a participação do CINTESIS vai traçar o perfil neurocognitivo das crianças com Perturbação do Desenvolvimento da Linguagem (também conhecida como Perturbação Específica da Linguagem) em Portugal.

Os investigadores, entre os quais se inclui Marisa Lousada (CINTESIS/Universidade de Aveiro), vão agora avaliar o papel da memória procedimental e declarativa em cerca de uma centena de crianças portuguesas em idade pré-escolar.

“As crianças com Perturbação do Desenvolvimento da Linguagem (ou perturbação específica da linguagem), cuja prevalência estimada é de 6% apresentam alterações significativas da linguagem sem uma causa conhecida (lesão neurológica, perda auditiva, perturbação do desenvolvimento intelectual). Além disso, estas crianças apresentam, frequentemente, dificuldades graves ao nível da aprendizagem da leitura e da escrita”, explica Marisa Lousada, do CINTESIS/UA.

A investigadora irá colaborar no recrutamento das crianças com esta perturbação e na orientação da avaliação da linguagem destas crianças, com recurso a instrumentos como o Teste de Linguagem ALPE.

Um dos objetivos principais é perceber em que grau os défices no funcionamento da memória procedimental podem contribuir para as dificuldades observadas nesta perturbação e em que medida mecanismos associados à memória declarativa podem ser mobilizados para compensar tais défices.

Com este projeto espera-se ajudar a criar estratégias de diagnóstico e de intervenção mais eficazes e evitar que estas crianças desenvolvam Dislexia Desenvolvimental aquando da entrada na escolaridade, como acontece em cerca de metade dos casos.

“Esperamos contribuir para um conhecimento aprofundado da Perturbação do Desenvolvimento da Linguagem. Pretendemos também conhecer os marcadores que podem ajudar a identificar de forma atempada as crianças que vão apresentar dificuldades severas a nível escolar. No final, poder-se-á desenvolver programas de intervenção para crianças com esta perturbação, de modo a minimizar os efeitos ao nível do sucesso escolar”, refere Marisa Lousada.

Liderado pela Universidade do Minho, o projeto “Correlatos neurodesenvolvimentais dos mecanismos implícitos-explícitos de aprendizagem em crianças com Perturbação Específica de Linguagem: Evidência com potenciais evocados cerebrais” cuja investigadora responsável é Ana Paula Soares, tem a participação da Universidade de Aveiro/CINTESIS e do Instituto Politécnico do Porto.

 

Por | 2018-11-13T15:49:59+00:00 Novembro 13th, 2018|Categorias: Investigação|Tags: , , , , |Comentários fechados em Projeto avalia Perturbação da Linguagem em crianças do pré-escolar

Sobre o Autor:

Termos e Políticas de utilização

O website www.cintesis.eu é um website pertencente ao CINTESIS – Centro de Investigação em Tecnologias e Serviços de Saúde, tendo como objetivo a prossecução das atividades realizadas no âmbito desta Unidade de I&D da Universidade do Porto e sua divulgação para o público em geral. Por favor, leia atentamente os termos e condições de utilização antes de utilizar este website.
  • Os utilizadores declaram conhecer, compreender, aceitar e cumprir integralmente os termos e condições de utilização deste website.
  • Os utilizadores obrigam-se a respeitar os direitos de autor, direitos conexos e de propriedade intelectual do CINTESIS, dos seus promotores e colaboradores.
  • Os utilizadores obrigam-se à proibição de copiar, divulgar, transmitir, reproduzir ou difundir materiais publicados neste website, respeitando os direitos legais sobre os mesmos, exceto em caso de uso livre autorizado por lei, nomeadamente o direito de citação, desde que a sua origem seja claramente identificada.
  • Os utilizadores comprometem-se a não veicular através deste website qualquer tipo de conteúdo ofensivo, difamatório, discriminatório, racista, obsceno ou violento.
  • O CINTESIS encontra-se ligado a websites externos sobre os quais não tem qualquer controlo e pelos quais não assume qualquer responsabilidade.
  • O CINTESIS não se responsabiliza por quaisquer anomalias ou danos que possam derivar da utilização do website, designadamente por vírus causados pelo acesso a hiperligações disponibilizadas.
  • Os utilizadores declaram-se totalmente responsáveis por quaisquer danos que venham a provocar, quer ao CINTESIS, quer a terceiros, pelo não cumprimento dos termos e condições aqui descritos, bem como pelo não cumprimento das normas legais.
  • O CINTESIS pode suspender ou alterar os presentes termos e condições, sem aviso, a todo e qualquer momento.
  • As questões constantes dos termos e condições são reguladas pela legislação portuguesa em vigor.